Chá de Hortelã-Pimenta

A Hortelã-pimenta ou piperita, é uma planta medicinal e erva aromática, também

hortelã pimenta
Hortelã Pimenta ou Hortelã da folha miúda

conhecida como Hortelã-das-cozinhas ou Hortelã-pimenta-bastarda, pode ser usada no tratamento de problemas de estomago, dores e inflamações nos músculos, dores de cabeça e enjoo na gravidez, por exemplo, e não deve ser usada para emagrecer.

O nome científico da Hortelã-pimenta é Mentha piperita e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e em alguns mercados e feiras livres, e pode ser comprada na forma natural ou sob a forma de saches para fazer chás ou infusões, ou na forma de cápsulas ou de óleos essenciais.

 

Para que serve: A Hortelã-pimenta pode servir para diversas aplicações, podendo ser usada no tratamento dos seguintes casos:

  1. Problemas no estomago, gastrite, má digestão, náuseas e vômitos:ajuda a tratar problemas digestivos, pois acalma o estomago, ajudando também a acalmar as náuseas e os vômitos. Para o tratamento destes casos é recomendada ingestão de chá de Hortelã-pimenta ou de gotas de óleo essencial.

  1. Problemas na pele, prurido e urticária: pode ser usada no tratamento de problema na pele, pois tem uma ação anti-inflamatória e calmante. No tratamento destes caos é recomendada a utilização de óleo essencial, que pode ser aplicado diretamente na pele ou adicionado a água fervente para fazer inalações.

  1. Excesso de gases e cólon irritável:ajuda a acalmar o intestino, e por isso pode ser utilizada para diminuir a produção de gases e no tratamento do intestino irritável. Nestes casos é recomendada a utilização de óleo essencial ou de cápsulas de Hortelã-pimenta resistentes aos sucos gástricos, contendo extratos secos da planta ou óleo essencial.

  1. Dores musculares, nervosas e inflamações:ajuda no alívio da dor e inflamação musculares e nervosas, ajudando assim em casos de dores nos músculos, dores nos nervos, dores causadas pela atividade física ou em caso de dores reumáticas. Para o tratamento destes casos devem ser usadas preparações de óleos essenciais de Hortelã-pimenta, que podem ser usados para massagear o local.

  1. Dores de cabeça e enxaquecas:alivia as dores de cabeça, especialmente dores de cabeça causadas por tensão ou enxaquecas, incluindo durante a gravidez e lactação. Nestes casos devem ser usados óleos de Hortelã-pimenta, que podem ser aplicados diretamente na testa ou perto do canto do olho em cima da orelha.

  1. Tosse, resfriado comum:ajuda a limpar os pulmões, a acalmar a irritação na garganta, a diminuir a tosse e a desentupir o nariz. No tratamento destes casos é recomendada ingestão de gotas de óleo essencial de Hortelã-pimenta ou de chá preparado com as folhas da planta.

  1. Problemas na boca: ajuda a acalmar, a reduzir a dor e a inflamação de feridas na boca. Para o tratamento destes casos é recomendada a utilização de folhas de Hortelã-pimenta, que podem ser adicionadas a água fervente, para fazer inalações, bochechos ou gargarejos.

  1. Inchaços:alivia os inchaços no corpo, pois acalma, refresca e estimula a circulação sanguínea. Nestes casos devem ser usados óleos de Hortelã-pimenta, que podem ser aplicados diretamente no local do inchaço.

  1. Mau hálito:por apresentar um cheiro e sabor refrescante e propriedades anticépticas, ajuda a eliminar o mau hálito. Nestes casos é recomendada a ingestão de chá de Hortelã-pimenta ou mastigar a folhas de hortelã fresca.

A Hortelã-pimenta deve ser usada com moderação, pois o seu uso em excesso pode causar reações de alergia ou mesmo a irritação das mucosas do estômago. Além disso, as cápsulas e os óleos essenciais de Hortelã-pimenta apenas devem ser usados sob indicação médica.

Propriedades da Hortelã-pimenta

As propriedades da Hortelã-pimenta incluem uma ação diminui os espasmos no estômago, vômito e enjôo, que melhora a circulação sanguínea, antibacteriana e antiviral, digestiva, descongestionante, antiinflamatória, antioxidante, analgésica, tônica, desinfetante, anti-convulsiva, estimulante da produção da bílis e redutora da produção de gases.

 

Modo de uso da Hortelã-pimenta

A Hortelã-pimenta pode ser usada na forma de chá usando folhas frescas, secas ou trituradas da planta ou na forma de tinturas, de cápsulas com óleo ou extrato seco da planta ou na forma de óleos essenciais para a pele.

Efeitos colaterais da Hortelã-pimenta

Os efeitos colaterais da Hortelã-pimenta podem incluir reações de alergia na pele, como coceira, ardor, vermelhidão ou urticária na pele, ou ocorrer a irritação das mucosas do estômago, com sintomas como dor no estômago, enjôo, vômito, azia, sensação de barriga inchada ou má digestão.

Contra-indicações da Hortelã-pimenta

A Hortelã-pimenta na forma de óleo ou cápsulas está contra-indicada na gravidez e na amamentação, pois pode passar para o leite materno, podendo alterar o cheiro e o sabor do leite, prejudicando a amamentação.

Óleo ou tintura de Hortelã-pimenta não deve ser usado em bebes e crianças com menos de 5 anos de idade, especialmente no pescoço ou nuca, pois pode ser muito forte muito forte para a criança.

Chás de hortelã pimenta

Chá para dores menstruais, enjoos, digestão difícil e gases:

O chá de folhas secas de hortelã pimenta, pode ser usado no alivio das dores menstruais, enjoos, digestão difícil de alimentos gordurosos e para diminuir a produção de gases. Este chá pode ser prepara usando folhas secas, trituradas ou frescas de hortelã pimenta.

  • Ingredientes: 2 colheres de chá de folhas secas inteiras ou trituradas de hortelã pimenta ou 2 a 3 folhas frescas.
  • Modo de preparo: colocar as folhas de hortelã pimenta numa xícara de chá e encher com água fervente. Deixar a infusão repousar durante 5 a 7 minutos e coar.

Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia e de preferência após as refeições.

Chá para dores de estômago e espasmos:

O chá de hortelã pimenta quando combinado com sementes secas de funcho ou erva-doce e folhas de melissa, pode ser usado para o alivio das dores de estômago e dos espasmos.

  • Ingredientes para a mistura: 2 colheres de chá de folhas secas de hortelã pimenta + 2 colheres de chá de sementes de funcho ou erva-doce + 2 colheres de chá de folha de melissa.
  • Modo de preparo: colocar 1 colher de sopa da mistura anterior numa xícara de chá e encher com água fervente. Deixar a infusão a repousar durante 10 minutos e coar.

Este chá deve ser bebido bem quente, 2 a 3 vezes por dia, e de preferência após ou entre as refeições.

 

Anúncios